16 de outubro de 2019

O ARTISTA PLÁSTICO JUDEU: GYULA ZILZER - AQUELE QUE "PREVIU" O HOLOCAUSTO (POR REUVEN FAINGOLD)


Gyula Zilzer nasceu em Budapeste, em 1898. Filho de artistas talentosos, já na sua juventude demonstrara forte interesse por pintura

Em 2002, a Biblioteca Nacional de Israel, em Jerusalém, recebeu valioso material iconográfico do acervo que pertenceu ao artista Gyula Zilzer, incluindo documentos pessoais, fotografias, correspondência, obras literárias, desenhos e litografias. A seguir, um retrato do perfil deste artista judeu húngaro, que, de certa forma, previu a catástrofe que iria se abater sobre os judeus da Europa.

13 de outubro de 2019

FOCO DE DISCÓRDIA: BRASIL ABRIRÁ ESCRITÓRIO EM JERUSALEM ATÉ DEZEMBRO


Dezembro de 2018: Jair Bolsonaro cumprimenta Benjamin Netanyahu e sua mulher em visita do premiê ao Rio de Janeiro (RJ)

Foco de discórdia e de crise diplomática com o Oriente Médio, o governo brasileiro informou que vai abrir o escritório de negócios em Jerusalém, em Israel, até dezembro deste ano. Se possível, a intenção é que o escritório da Apex (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) seja inaugurado em novembro.

JUDAÍSMO: O QUE É O EMPODERAMENTO FEMININO?


Existem diversas ONG’s (Organizações Não-Governamentais) e instituição que se dedicam ao empoderamento feminino, visando principalmente a igualdade de gêneros

Empoderamento feminino é o ato de conceder o poder de participação social às mulheres, garantindo que possam estar cientes sobre a luta pelos seus direitos, como a total igualdade entre os gêneros, por exemplo. Também conhecido como “empoderamento das mulheres”, esta ação consiste no posicionamento das mulheres em todos os campos sociais, políticos e econômicos.

11 de outubro de 2019

O DIABO EXISTE?! LÚCIFER, SATANÁS: A ORIGEM DO MAL PELA VISÃO JUDAICA


É tratado como a representação do mal, em sua forma original de um anjo querubim, responsável pela guarda celestial,[3] que foi expulso dos Céus por ter criado uma rebelião de anjos contra Deus com o intuito de tomar-lhe o trono

Diabo (do latim diabolus, por sua vez do grego διάβολος, transl diábolos, "caluniador", ou "acusador"[1]), chamado no Rio Grande do Sul de Sanguanel,[2] é o título mais comum atribuído à entidade sobrenatural maligna da tradição cristã. É tratado como a representação do mal, em sua forma original de um anjo querubim, responsável pela guarda celestial,[3] que foi expulso dos Céus por ter criado uma rebelião de anjos contra Deus com o intuito de tomar-lhe o trono.[4] Com seu parecer ainda desconhecido, muitas são as tentativas de reproduzi-lo. O mais popular o levaria a ter uma cor vermelha, com feições humanas, mas com chifres, rabo pontiagudo e um tridente na mão, para remeter a um cetro.

8 de outubro de 2019

O IDIOMA HEBRAICO (עברית): ORIGEM, EXTINÇÃO COMO LÍNGUA DIÁRIA/MATERNA E RENASCIMENTO


O hebraico (עברית) clássico, uma das línguas mais antigas do mundo, pode ser considerado como abrangendo também os idiomas falados pelos fenícios e cananeus


O hebraico (עברית) renasceu como língua falada durante o final do século XIX e começo do século XX como o hebraico moderno, adotando alguns elementos dos idiomas árabe, ladino (língua dos Judeus sefarditas), iídiche (língua dos Judeus oriundos da Europa), e outras línguas que acompanharam a Diáspora Judaica como língua falada pela maioria dos habitantes do Estado de Israel (Medinat Israel), do qual é a língua oficial primária (o árabe também tem status de língua oficial).

4 de outubro de 2019

LIÇÕES PARA OS 7 DIAS DE SUCOT (סוכות‎ ou סֻכּוֹת) - A FESTA DOS TABERNÁCULOS


As Sucot (plural de Sucá) – cabanas frágeis e temporárias – fazem-nos recordar nossa total dependência do Todo Poderoso

A festa de Sucot se inicia no 15o dia do mês judaico de Tishrei – cinco dias após Yom Kipur. Durante os sete dias dessa festa, habitamos em uma cabana chamada Sucá (daí o nome da festa), onde fazemos nossas refeições e executamos as demais atividades – como estudar a Torá e desfrutar da companhia da família e amigos–, algo que normalmente faríamos em casa. Durante a semana de Sucot, a Sucá passa a ser nosso lar – havendo, mesmo, quem tenha o costume de nela dormir.

2 de outubro de 2019

10 ENSINAMENTOS PARA OS DEZ DIAS DE TESHUVÁ (תשובה)


Os Yamim HaNorayim (“Dias Temíveis”) são, pois, uma época de profunda introspecção

Os Dez Dias de Teshuvá (תשובה), também conhecidos como os Yamim HaNorayim (“Dias Temíveis”), iniciam-se em Rosh Hashaná – o Ano Novo Judaico – e terminam no final de Yom Kipur. O Talmud ensina que esses dez dias constituem um período de julgamento Divino. Os Yamim HaNorayim são, pois, uma época de profunda introspecção que deve ser dedicada a orações, exame de consciência e tomada de boas resoluções.