19 de setembro de 2013

AUMENTA O NÚMERO DE LATINOS CONVERSOS AO JUDAÍSMO

Brit Braja (Aliança da Oração), uma congregação online fundada pelo rabino brasileiro Jacques Cukierkorn que atende interessados sobre o Judaísmo de todas as partes do mundo


Eles chegaram à Cidade do México vindos de lugares tão distantes quanto Colômbia e Brasil. Alguns viajaram de Guadalajara. Entre eles, estão um ex- padre católico e um ex- educador cristão . O que eles tinham em comum era a seguinte: Depois de navegarem online e aprender sobre Jacques Cukierkorn, um rabino nascido no Brasil, natural de São Paulo, que vive em Kansas City, Estados Unidos, eles se converteram ou estavam prontos para se converter ao Judaísmo. E eles viajaram à Cidade do México para encontrar o rabino brasileiro, durante uma conferência que contou com palestras , serviços religiosos, misturando-se com os judeus dos Estados Unidos e México e os rituais e cerimônias envolvidos na conversão formal.
O fenômeno dos latino-americanos se convertendo ao Judaísmo explodiu nos últimos anos, entretanto, uma pequena sinagoga judaica é o que representa a missão de Jacques em buscar os fiéis da América Latina. Alguns daqueles que se convertem são descendentes de antepassados ​​judeus que foram forçados a se converter ao catolicismo durante a Inquisição na Espanha e Portugal.
Conhecido como "conversos" , "Crypto judeus" , "Anusim" ("Forçados" em hebraico), "Marranos" ou "criptojudeus"  eles tornaram-se católicos em público, mas continuaram escondidos suas práticas judaicas proibidas na época. Outros não têm histórias familiares, mas alegam que sentiram um "puxão" ao Judaísmo quando descobriram, já adultos, que Jesus era judeu. 
O caminho ao Judaísmo foi repleto de dificuldades para muitos, que afirmam terem sido abandonados ou desprezados por amigos, parentes ou membros de igreja. Alguns acharam a  Brit Braja (Aliança da Oração) - www.britbraja.org - uma congregação virtual fundada pelo rabino Cukierkorn, cuja tese rabínica foi o tema Anusim (Forçados). A Brit Braja se dedica em incentivar a prática do Judaísmo entre os latinos, tanto nos EUA quanto na América Latina. Todo o portal online é bilingüe: Português e espanhol.



"Nós nos concentramos em atuar em Espanhol e Português, porque existem tão poucos recursos disponíveis nessas línguas", disse Cukierkorn.

O rabino realiza serviços religiosos de sábado (Shabat) através da Internet de modo que os novos convertidos ou aspirantes possam participar da religião, mesmo que vivam em áreas remotas de qualquer parte do mundo. Recentemente, Jacques visitou o México para atender os convertidos. Quando ele chegou à Cidade do México, as malas estavam cheias de xales de oração (Talit), candelabros, solidéu (Kipá), livros de oração e canja de galinha em caixa fornecidos por doadores e da sinagoga.
Os membros do Brit Braja visitaram o Museu Memoria y Tolerancia (inaugurado há dois anos) para vivenciarem as exposições dedicadas ao Holocausto, o racismo, genocídio no mundo inteiro e os direitos humanos. No museu, eles aprenderam sobre os três tipos de pessoas no mundo: Os autores, aqueles que são indiferentes e aqueles que se envolvem. Eles abordaram a discriminação que sentiam - não por causa da cor da pele ou status sócio-econômico, mas por causa da religião que escolheram praticar. Um dos homens que se casou pouco antes do início da conferência disse que seus pais não compareceram à cerimônia porque ele havia se tornado oficialmente judeu.
A conferência contou com apresentações sobre a Torah, interpretação de histórias bíblicas; Kaballah (ensinamentos místicos e esotéricos do judaísmo), a situação econômica da classe média dos mestiços judeus mexicanos; ativismo gay e a atitude dos pais em relação aos jovens gays.
Aqueles que estavam prontos para a conversão tiveram que passar por um ritual de purificação por imersão em água (chamado de Mikvá), uma reunião com um Beit Din (Conselho formado por três rabinos ou pessoas experientes que fazem perguntas) e, se os candidatos responderam todas as perguntas corretamente e conseguiram atender todos os requisitos, participaram de uma cerimônia, na qual recebem um certificado oficial de conversão (Seudat Guerut). Lágrimas escorriam nas muitas faces pela forma que os  novos judeus foram oficialmente recebidos no rebanho (Kalal Israel).
Desde que foi ordenado rabino, Cukierkorn já realizou cerca de 500 conversões na América Latina. Ele frisou que 150 dessas conversões foram realizadas nos últimos dois anos e que a adesão continua a crescer.
"Todos os anos chegam mais pessoas a nós, ou melhor, que nos encontram. Nós nunca forçamos qualquer coisa. Na verdade, somos seletivos", disse ele. "Nós respondemos à uma necessidade reprimida que muitos têm de aprender sobre Judaísmo em todas as partes do mundo".

Sobre a autora: Judith Fein é um jornalista premiada especializada em viagens e autora de "A VIDA É UMA VIAGEM: A magia transformadora da viagem . Ela reside em Santa Fé (EUA).

Fonte: Judith Fein
Publicado em 5 de setembro de 2013
Fox News Latino