26 de junho de 2010

O QUE É O NEONAZISMO?

Henry - Internet (Yahoo! Respostas)



Os seguidores da doutrina em sua maioria promovem preconceito contra grupos específicos, como homossexuais, negros, índios, judeus e comunistas

O neonazismo está associado ao resgate do nazismo ou nacional-socialismo, ideologia política criada por Adolf Hitler, no começo da década de 1920. O movimento neonazista (ou neo-nazi) tem suas origens colocadas em preceitos racialistas, primando sempre pela "raça pura ariana". Os seguidores da doutrina em sua maioria promovem preconceito contra grupos específicos, como homossexuais, negros, índios, judeus e comunistas. Algumas correntes preferem apenas a segregação da "raça pura ariana" das demais "raças", condenando agressões físicas contra tais grupos (não condenando porém violência moral e psicológica, às vezes assegurada por lei). Outras promovem explicitamente o ataque físico aos grupos citados. Há grande oposição vinda dos neonazistas com relação a grupos punks, fazendo com que cresça uma hostilidade entre os dois grupos.

Apesar da prática racialista ou racista, os neo-nazis não se denominam racistas, promovendo às vezes debates e reuniões sobre seu movimento e culturas opostas à ideologia nazista, com o intuito de engrandecer a favorecer o movimento neonazista. Não raramente estas reuniões são planejadas de modo que induzam jovens a participar destes movimentos. Tais encontros, em que membros se declaram explicitamente a favor da doutrina nazista, são proibidos (por propagação de nazismo) na maioria dos países do mundo, porém muitas vezes tal proibição é relevada, como acontece em alguns países da Europa e nos EUA.


. Grupos neonazistas






Atualmente existem diversos grupos neonazistas, principalmente formado por jovens entre 16 e 25 anos de idade. O material destes grupos provém de sites na internet, tendo forte influência de grupos neonazistas alemães, ainda presentes. Mesmo a Alemanha tendo proibido qualquer atividade relacionada ao nazismo, estes grupos são mantidos por partidos de extrema direita, sediados na Europa e em outros países.

. Influências

O aumento da quantidade de grupos neonazistas levou ao maior estudo dos mesmos, tanto profissionalmente por especialistas quanto de modo amador pela sociedade de um modo geral, ambos buscando explicações plausíveis para tal fenômeno. Das explicações encontradas, uma das mais aceitas e tida como razoavelmente plausível é: Os jovens procuram grupos neonazistas porque não encontram respostas para questões de ordem familiar, pessoal, social e até mesmo cívica. Nos Estados Unidos da América, o crescimento vertiginoso do crime simultaneamente ao das imigrações ilegais e da forte difusão da cultura afro-americana e latina cria um sentimento de angústia e medo por parte da suposta "Raça Branca". Os jovens brancos estadunidenses estão vulneráveis a organizações que culpem essas minorias étnicas (latinos e afro-americanos) por tais problemas, e os movimentos neonazistas sabem disso. Assim, explorando a vulnerabilidade juvenil, os movimentos neonazistas podem reunir facilmente alguns desses jovens, manipulando-os. A própria proibição de propagação do nazismo na maioria dos países estimula os jovens que inicialmente não conhecíam o nazismo a interessar-se nos movimentos, visto que é característica marcante dos jovens a busca do proibido como forma de expressar rebeldia e contestação.

Essa busca por culpados para os problemas rotineiros obviamente não levam o jovem extremista ao caminho do neonazismo. Enquanto os neonazistas culpam minorias étnicas e religiosas, outros grupos culpam, por exemplo, o grupo político que está no poder, podendo ingressar em grupos de radicais políticos.

. Recrutamento

O recrutamento de novos membros ocorre principalmente pela ferramenta mais popular atualmente, a internet. Apesar de inúmeros países terem leis que proibam a divulgação da ideologia nazista, os sites se hospedam em países que permitem tal divulgação, dificultando a prisão destes envolvidos. Nestes sites encontram-se materiais para divulgação dos movimentos neonazistas, informações de reuniões, artigos e textos de apoio à causa neonazista. Mesmo assim esses sites registram inúmeros acessos diariamente, estando principalmente em inglês, alemão e português, respectivamente.

3 comentários:

Moises Blomberg disse...

O mundo é movido por uma espiral de inúmeros episódios de violência grave cometida por neo-nazistas fanáticos. É verdade que a situação actual não se compara ao que levou o mundo na década de 30 e 40 do século passado, mas na América existem anti-social dirigir e organizar uma violência sangrenta. Agora não há crise econômica e política que precedeu o grande desastre da Segunda Guerra Mundial, mas existem aqueles que exploram a crise social e falta de planos de desenvolvimento democrático e de solidariedade, promover a violência do racismo, o ódio aos estrangeiros, o judeu ou qualquer pessoa cuja identidade cultural não é compatível com o objeto de seu ódio. Hoje me sinto um perigo real neo-fascista e pelo neo-nazista uma república, mas os fatos mostram um grupo de poder cobiça anti-social. Tenha em mente a existência de uma minoria de jovens latino-americanos que carecem de modelos de identidade e solidariedade democrática, dando fanaticamente, no caso do Peru, a liderança nazistas violento de Victor e Ricardo Baca Minetti Spirito Balbuena, os símbolos escuros, analgesia moral, convulsão social em determinados sectores e mesmo o cúmplice passivo em situações de flagrante injustiça, como aconteceu em alguns recentes ataques e assassinatos. Vemos a falta de reação intrigado o compromisso de ajudar a vítima, ou a existência da suástica tatuada pessoas que fazem publicações com slogans alarmantes, idéias fixas e símbolos nazistas, desajustados que doutrinar os jovens 13-15 e grupos que fazem uma terra de ódio com golpes com bastões de beisebol, chutando e regra dominante exigindo obediência cega ao líder. No entanto, o problema mais grave é a indiferença das autoridades para este grave risco e sua incapacidade de lidar, e a inépcia de quem incentivar suas práticas e discursos descrédito das instituições democráticas. Hoje, a luta pela liberdade, igualdade e fraternidade tem um lugar importante na Constituição e no Código Penal, mas ainda falta que cada um de nós tomar o seu lugar para evitar que usuários da violência, o ódio ea intolerância. Deve ser evitado através da educação da convivência real de solidariedade cívica, através da integração de políticas e de socialização, tornando o trabalho em equipe para inverter esta situação alarmante.http://cronicas-de-spectator.blogspot.com/2012/03/la-sombre-del-yunque-en-espana.htmlhttp://diepresse.com/home/panorama/welt/731374/NeonaziMorde_Weitere-Festnahme-in-der-Schweizhttp://asalto-neonazi-a-mexico.blogspot.com/2008/10/las-dos-cabezas-de-la-hidra.htmlhttp://www.ajuaa.com/news/shockmental/15286-Neonazis-Rusos-decapitando-Chechenio.html http://www.robertlindsay.wordpress.com/2009/09/04/neonazis-rusos-video-de -la-decapitação /http://www.sangre-y-plomo.com/2011/12/terroristas-decapitan-una-chica-delante.htmlhttp://elcomercio.e3.pe/ima/0/0/0/2/5/25575.jpg~~VNas duas últimas páginas continha o Fuhrer peruano Victor Baca e seus discípulos Minetti Javier Cornejo Christian Aliaga, Armel Zen Alberto Torres, Karen Camero Montes, Samir Euscategui Arnao, Lira e Rene Barreto, os alunos da Pontifícia Universidade Católica do Peru.

Anônimo disse...

O mundo é movido por uma espiral de inúmeros episódios de violência grave cometida por neo-nazistas fanáticos. É verdade que a situação actual não se compara ao que levou o mundo na década de 30 e 40 do século passado, mas na América existem anti-social dirigir e organizar uma violência sangrenta. Agora não há crise econômica e política que precedeu o grande desastre da Segunda Guerra Mundial, mas existem aqueles que exploram a crise social e falta de planos de desenvolvimento democrático e de solidariedade, promover a violência do racismo, o ódio aos estrangeiros, o judeu ou qualquer pessoa cuja identidade cultural não é compatível com o objeto de seu ódio. Hoje me sinto um perigo real neo-fascista e pelo neo-nazista uma república, mas os fatos mostram um grupo de poder cobiça anti-social. Tenha em mente a existência de uma minoria de jovens latino-americanos que carecem de modelos de identidade e solidariedade democrática, dando fanaticamente, no caso do Peru, a liderança nazistas violento de Victor Baca Minetti e Ricardo Spirito Balbuena, os símbolos escuros, analgesia moral, convulsão social em determinados sectores e mesmo o cúmplice passivo em situações de flagrante injustiça, como aconteceu em alguns recentes ataques e assassinatos. Vemos a falta de reação intrigado o compromisso de ajudar a vítima, ou a existência da suástica tatuada pessoas que fazem publicações com slogans alarmantes, idéias fixas e símbolos nazistas, desajustados que doutrinar os jovens 13-15 e grupos que fazem uma terra de ódio com golpes com bastões de beisebol, chutando e regra dominante exigindo obediência cega ao líder. No entanto, o problema mais grave é a indiferença das autoridades para este grave risco e sua incapacidade de lidar, e a inépcia de quem incentivar suas práticas e discursos descrédito das instituições democráticas. Hoje, a luta pela liberdade, igualdade e fraternidade tem um lugar importante na Constituição e no Código Penal, mas ainda falta que cada um de nós tomar o seu lugar para evitar que usuários da violência, o ódio ea intolerância. Deve ser evitado através da educação da convivência real de solidariedade cívica, através da integração de políticas e de socialização, tornando o trabalho em equipe para inverter esta situação alarmante.http://cronicas-de-spectator.blogspot.com/2012/03/la-sombre-del-yunque-en-espana.htmlhttp://diepresse.com/home/panorama/welt/731374/NeonaziMorde_Weitere-Festnahme-in-der-Schweizhttp://asalto-neonazi-a-mexico.blogspot.com/2008/10/las-dos-cabezas-de-la-hidra.htmlhttp://www.ajuaa.com/news/shockmental/15286-Neonazis-Rusos-decapitando-Chechenio.html http://www.robertlindsay.wordpress.com/2009/09/04/neonazis-rusos-video-de -la-decapitação /http://www.sangre-y-plomo.com/2011/12/terroristas-decapitan-una-chica-delante.htmlhttp://elcomercio.e3.pe/ima/0/0/0/2/5/25575.jpg~~VNas duas últimas páginas continha o Fuhrer peruano Victor Baca Minetti e seus discípulos Javier Cornejo Christian Aliaga, Armel Zen Alberto Torres, Karen Camero Montes, Samir Euscategui Arnao, Lira e Rene Barreto, os alunos da Pontifícia Universidade Católica do Peru.

Anônimo disse...

O mundo é movido por uma espiral de inúmeros episódios de violência grave cometida por neo-nazistas fanáticos. É verdade que a situação actual não se compara ao que levou o mundo na década de 30 e 40 do século passado, mas na América existem anti-social dirigir e organizar uma violência sangrenta. Agora não há crise econômica e política que precedeu o grande desastre da Segunda Guerra Mundial, mas existem aqueles que exploram a crise social e falta de planos de desenvolvimento democrático e de solidariedade, promover a violência do racismo, o ódio aos estrangeiros, o judeu ou qualquer pessoa cuja identidade cultural não é compatível com o objeto de seu ódio. Hoje me sinto um perigo real neo-fascista e pelo neo-nazista uma república, mas os fatos mostram um grupo de poder cobiça anti-social. Tenha em mente a existência de uma minoria de jovens latino-americanos que carecem de modelos de identidade e solidariedade democrática, dando fanaticamente, no caso do Peru, a liderança nazistas violento de Victor Baca Minetti e Ricardo Spirito Balbuena, os símbolos escuros, analgesia moral, convulsão social em determinados sectores e mesmo o cúmplice passivo em situações de flagrante injustiça, como aconteceu em alguns recentes ataques e assassinatos. Vemos a falta de reação intrigado o compromisso de ajudar a vítima, ou a existência da suástica tatuada pessoas que fazem publicações com slogans alarmantes, idéias fixas e símbolos nazistas, desajustados que doutrinar os jovens 13-15 e grupos que fazem uma terra de ódio com golpes com bastões de beisebol, chutando e regra dominante exigindo obediência cega ao líder. No entanto, o problema mais grave é a indiferença das autoridades para este grave risco e sua incapacidade de lidar, e a inépcia de quem incentivar suas práticas e discursos descrédito das instituições democráticas. Hoje, a luta pela liberdade, igualdade e fraternidade tem um lugar importante na Constituição e no Código Penal, mas ainda falta que cada um de nós tomar o seu lugar para evitar que usuários da violência, o ódio ea intolerância. Deve ser evitado através da educação da convivência real de solidariedade cívica, através da integração de políticas e de socialização, tornando o trabalho em equipe para inverter esta situação alarmante.

http://cronicas-de-spectator.blogspot.com/2012/03/la-sombre-del-yunque-en-espana.html
http://diepresse.com/home/panorama/welt/731374/NeonaziMorde_Weitere-Festnahme-in-der-Schweiz
http://asalto-neonazi-a-mexico.blogspot.com/2008/10/las-dos-cabezas-de-la-hidra.html
http://www.ajuaa.com/news/shockmental/15286-Neonazis-Rusos-decapitando-Chechenio.htmlhttp://www.robertlindsay.wordpress.com/2009/09/04/neonazis-rusos-video-de-la-decapitacion/~~V
http://www.sangre-y-plomo.com/2011/12/terroristas-decapitan-una-chica-delante.htmlhttp://elcomercio.e3.pe/ima/0/0/0/2/5/25575.jpg~~V

Nas duas últimas páginas continha o Fuhrer peruano Victor Baca Minetti e seus discípulos Javier Christian Aliaga Cornejo, Armel Alberto Torres Zen, Karen Montes Camero, Samir Euscategui Arnao, e Rene Lira Barreto, os alunos da Pontifícia Universidade Católica do Peru.